Nosso canal no Youtube

Fisiologia Vegetal no Youtube (nossos filmes)

Apresentação

O PortalOrganizadoresPolítica de publicaçãoGlossário do PortalMapa e Funcionamento

Fundamentos de Fisiologia Vegetal

- Conhecimento em Fisiologia Vegetal (5)- Bioquímica (1)

Relações Hídricas

- Potencial hídrico (4)- Difusão, osmose, e embebição (6)- Transporte de curta distância (5)- Transporte de longa distância (6)- Artigos Científicos (3)- Questionários respondidos (2)

Fotossíntese

- Fotoquímica (5)- Bioquímica (4)- Trocas Gasosas (6)- Artigos Científicos (3)- Questionários respondidos (2)

Nutrição Mineral

- Nutrientes minerais (4)- Transporte através de biomembrana (3)- Solo e Raiz (8)- Artigos Científicos (1)- Questionários respondidos (3)

Fenologia & Arquitetura

- Teoria (1)- Artigos Científicos (6)

Nosso canal no youtube

Fisiologia Vegetal no Youtube (nossos filmes)

Online

Temos 1780 visitantes online.

Artigos de - Transporte de longa distância (6)

Lista de artigos
Pesquisar artigos



Coloração do apoplasto xilemático envolvido no transporte de longa distância (Aula Prática)
Downloads: 256     Tamanho: 3612 kB






Síntese:

O fluxo em massa de água é evidenciado nessa aula por meio de corantes com cargas opostas (azul de metileno e fucsina ácida) que ocupam o apoplasto xilemático. O volume de água sendo sugado pelas folhas remanescentes no ramo de uma herbácea é sugado pelo puxão da copa e a água flui da altura do corte do caule até as folhas e pétalas. Os corantes são sugados em conjunto com a água como veículo. Sendo carregados positiva (azul de metileno) ou negativamente (fucsína ácida) esses corantes entram em contato com a parede celular do apoplasto. Como a parede é negativa o azul de metileno fica retido, mas a fucsína sendo também negativa é arrastada livremente até a copa coranto as folhas e as pétalas. Essas últimas por serem brncas ficam intensamente marcadas, mais fortemente nas bobrdas. É possível discutir qualitativamente o fluxo em massa desde a raiz até a copa e a natureza adsortiva do apoplasto. Como as cargas são móveis e as superfícies fixas e carregadas e polarizadas no apoplasto, temos ai um cenário molecular típico de Donnan com cargas sendo adsorvidas ou repelidas por paredes celulares negativas.