Nosso canal no Youtube

Fisiologia Vegetal no Youtube (nossos filmes)

Apresentação

O PortalOrganizadoresPolítica de publicaçãoGlossário do PortalMapa e Funcionamento

Fundamentos de Fisiologia Vegetal

- Conhecimento em Fisiologia Vegetal (5)- Bioquímica (1)

Relações Hídricas

- Potencial hídrico (4)- Difusão, osmose, e embebição (6)- Transporte de curta distância (5)- Transporte de longa distância (6)- Artigos Científicos (3)- Questionários respondidos (2)

Fotossíntese

- Fotoquímica (5)- Bioquímica (4)- Trocas Gasosas (6)- Artigos Científicos (3)- Questionários respondidos (2)

Nutrição Mineral

- Nutrientes minerais (4)- Transporte através de biomembrana (3)- Solo e Raiz (8)- Artigos Científicos (1)- Questionários respondidos (3)

Fenologia & Arquitetura

- Teoria (1)- Artigos Científicos (6)

Nosso canal no youtube

Fisiologia Vegetal no Youtube (nossos filmes)

Online

Temos 4973 visitantes online.

Artigos de - Nutrientes minerais (4)

Lista de artigos
Pesquisar artigos



Utilização dos elementos químicos benéficos e a toxidez do selênio e do alumínio - (Teoria)
Downloads: 374     Tamanho: 262.25 KB






Síntese:


Um elemento químico considerado benéfico é aquele que aumenta significativamente a produção de matéria seca e a capacidade de reprodução ou defesa da planta quando está presente no metabolismo. No entanto, a planta pode completar seu ciclo de vida sem esse elemento. São considerados elementos químicos benéficos para algumas espécies o sódio (Na), o silício (Si), o cobalto (Co) e, excepcionalmente, o cádmio (Cd) na alga Thalassiosira weissflogii, onde o Cd é componente estrutural de uma anidrase carbônica. O cobalto é benéfico em situação de associação simbiótica entre raíz e fixadores de nitrogênio atmosférico. O Si aumenta a capacidade de defesa, reprodução e melhora a arquitetura da copa para receber luz principalmente em gramíneas. Nas plantas beneficiadas pelo Na o aumento da produção de matéria seca ocorre em função do estímulo na expansão celular e pelo efeito positivo sobre o balanço hídrico. Nas espécies C4 o Na deve ser considerado essencial e não só benéfico, pois mantém a integridade do sistema antena, a estrutura dos cloroplastos e participa da regeneração do fosfoenolpiruvato. Algumas espécies de Equisetum e as algas diatomáceas requerem Si para completarem seu ciclo, nesses casos o silício também deve ser considerado essencial. No solo o Al causa acidez diminuindo a disponibilidade de nutrientes. O Al reduz a absorção de cátions nutrientes, a elongação e a divisão celular provocando necrose nos ápices da raiz e bloqueia canais de K nas células guarda. A incorporação de aminoácidos contendo selênio nas proteínas parece ser a principal causa da toxidez por Se nos vegetais.

 

Adquira esse texto revisto e atualizado na forma de livro em: 

www.tipographia.com.br

 

Como citar esse texto:

PRADO, CHBA (2013) Aquisição dos nutrientes minerais na solução do solo. Tipographia Editora Expressa, São Carlos, São Paulo,188 p. 

 

Autor: Carlos Henrique Britto de Assis Prado, Universidade Federal de São Carlos, Departamento de Botânica, Laboratório de Fisiologia Vegetal, São Carlos, SP, Brasil